,

Pipe Dreams: Sair de Golconda - CD Vallada

terça-feira, agosto 12, 2014


Livro: Pipe Dreams: Sair de Golconda
Autor: CD Vallada
Editora: [Publicação Independente]
Páginas: 260


Sinopse:
Imagine um lugar onde qualquer coisa é possível. Onde seus sonhos podem se tornar realidade. Onde você pode ver as coisas mais incríveis que jamais poderia imaginar. Imaginou? Então, aqui está. Bem-vindo a Golconda. Edward, um garoto de quatorze anos, acorda, sem memória, em um reino mágico, onde terá que lidar com suas próprias dúvidas sobre seu passado, seu desejo de deixar Golconda, os sentimentos de seu coração e os mistérios que cercam o lugar. Bem-vindo a um reino inspirado por Magritte, de onde nenhuma memória pode sair.



        Hoje vou comentar um pouco de mais uma obra da literatura nacional que eu tive a oportunidade de ler. O livro foi cedido pelo autor para que eu pudesse ler e resenhar. Conta a história de Edward um jovem que tem sua vida transformada quando acorda, sem nenhuma memória, nas margens de um rio e em um local desconhecido. A partir deste ponto a história começa a se desenrolar, com uma apresentação de Golconda, que é um reino mágico onde algumas pessoas tem a capacidade de imaginar uma coisa, e ela ser criada apenas através da mente.
        CD Vallada consegue fazer uma excelente mistura de fantasia e aventura com um pouco de romance e até mesmo mistério. O autor tem uma escrita que flui bastante e com algumas sacadas cômicas, usando da repetição de determinada palavra para causar um efeito muito bacana na frase. Separei alguns exemplos para vocês verem:

"Esse homem misteriosamente estranho, mas não tão misteriosamente estranho quanto o outro ser misteriosamente estranho tomava algum líquido de dentro da caneca." Pág.11

"Um homem de trinta e cinco anos, bastante loiro, com um cabelo bastante espetado, vestido em bastantes cores, com um sorriso bastante grande, corria bastante rápido na direção deles." Pág. 31

        Ainda existe vários outros exemplos que deixarei para vocês descobrirem quando lerem o livro. Eu nunca havia notado essas repetições em outro livro, e achei isto muito interessante e quebrou um pouco a seriedade do livro, o que resultou em um efeito bastante positivo. Continuando a falar sobre a escrita do autor, uma coisa que também me chamou muita atenção foi que ele criou várias expressões próprias para o mundo de Golconda, como por exemplo "Mergulhe isso" que no meu entender teria o mesmo significado que "Ah, esqueça isso".

       Já sobre a edição, por ser uma publicação independente eu não esperava nada muito caprichado. Porém gostei muito da capa, achei que representa muito bem a história, e mostra a cena inicial, onde Edward vê seu próprio reflexo no rio em que estava ao seu lado quando acordou. Mas acho que o livro poderia ter uma diagramação melhor, pois as letras estavam muito próximo das bordas, o que incomoda um pouco na hora da leitura.

        Enfim, um livro leve e que é capaz de nos divertir e distrair bastante. Espero que tenham gostado da dica de hoje, deixarei todos os links sobre o livro logo abaixo. Abraços!

Skoob                                                                         

Você também poderá gostar:

22 comentários

  1. Parece bem bacana, Filipe. Além de ser o tipo de história que eu gosto, gostei de saber o autor criou um estilo próprio. Espero poder conferir. Ótima resenha.

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha!
    O livro parece ser bem legal, adoro livros de fantasia. ^^
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie! Não conhecia o livro, parece ser interessante!
    Bjs, tem promoção no blog http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/07/promocao-de-aniversario-do-paradise_31.html
    se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/lancamento-leandro-schulai.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
  4. Owwwwn! Que amavel!

    Um livro bastante brilhante, pra uma brilhante resenha, escrita por um brilhante Felipe, bastante brilhante! RsRs Amei isso.. kkkk (Mas não sou tão bom quanto o autor, claro) - olha o plágio -. Eu leria, certamente. Pena que as diagramações de independentes deixem a desejar, mas se a história é boa, bora que não para.

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um excelente comentário, de um excelente blogueiro, dizendo excelentes coisas.

      Excluir
  5. Ola
    Não conhecia essa história, eu não gostei da capa, mais o que você falou no poste sobre o livro me interessou, quero saber o que é Golconda.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golconda é o nome do reino encantado. E o nome é "Sair de Golconda" pois o personagem principal passa por uma séria dúvida: sair ou não de Golconda.

      Excluir
  6. Nossa eu gosto muito desses "floreios" em narrativas de livros, dá muita originalidade para a história! O livro parece ser bom, fiquei curioso!!
    Abraços
    http://www.obauliterario.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei o jeito de escrito do autor bem original.

      Excluir
  7. Oi, Filipe!
    Não conhecia o livro e pareceu-me legal.
    Adorei a inovação na escrita do autor ao usar repetições. Achei bem criativo e acredito que o resultado tenha sido divertido mesmo.
    Espero ter a oportunidade de ler um dia.Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre em contato com o autor, quem sabe você consegue também uma parceria.

      Excluir
  8. Olá, Filipe.
    Gostei muito do seu ponto de vista sobre a obra, confesso que não tinha ouvido falar sobre o livro ou autor ainda, mas sua resenha me fez ficar com curiosidade com a narrativa.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Filipe!
    Nunca tinha ouvido falar nem do autor nem do livro, mas gostei de ler sua opinião a respeito.
    Além do mais, é super bacana incentivar autores nacionais!
    Abraços,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, temos muitas obras brasileiras sensacionais.

      Excluir
  10. Oii,

    Não conhecia o livro mas gostei da sinopse e da sua resenha. Gosto de livros leves que nos diverte, são os melhores né??

    Sobre a capa, concordo, as independente não são tão bem elaboradas, mas mesmoa assim dá vontade de ler.

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro nem o autor, mas a proposta da obra me pareceu interessante.
    Livros que nos divertem é o que há. <3

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto

    ResponderExcluir

INSCREVA-SE NO NEWSLETTER

Receba um e-mail com os novos posts! Relaxe, não divulgaremos o seu e-mail.

Disclaimer

Para fins de direitos autorais declaramos que as imagens do site são encontradas na internet e não tomamos o crédito, a não ser que dito. Se você (pessoa jurídica ou física) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça em nosso site favor entrar em contato e ela será removida.